A vida de ribeirinhos, extrativistas e indígenas que habitam a Reserva Extrativista Chico Mendes e seus arredores, na Amazônia acreana, está retratada no filme Povos da Floresta, que faz sua estreia mundial na última quarta-feira (16). O local de onde a luta de Chico Mendes ecoou para o mundo é revisitado pelo documentário, mais de 30 anos após o assassinato do líder extrativista, para mostrar de que forma seu legado segue vivo na região. “Eu tinha a vontade de falar muito do hoje, sobre quem está lá, vive lá, quais são os conflitos que existem lá. E obviamente eu não podia descartar o contexto histórico disso, principalmente naquela região onde viveu Chico Mendes. Procuramos dentro do filme mostrar como o Chico ainda é onipresente lá dentro da floresta”, explica o diretor Rafa Calil, em entrevista ao Brasil de Fato. Confira! (O link do filme está na reportagem publicada no site do Brasil de Fato)